A festa de Samuel Cirnansck

Com a missão de deixar a mulher mais feminina, o estilista cria vestidos que parecem obras de arte…

Ele já ajudou a compor figurinos de óperas e iniciou sua carreira criando camisetas, há 15 anos. Já nessa época, Samuel demonstrava vocação para a alta-costura ao aplicar bordados e detalhes elaborados nessas peças básicas. “Só isso não me satisfazia. Queria mais exuberância”, lembra. Em 1999, criou sua marca e descobriu o talento para vestidos. Logo passou a extravasar a criatividade em coleções para o Amni Hot Spot, evento destinado aos novos criadores e sua porta de entrada para o São Paulo Fashion Week, onde desfila desde 2005. Entre decotes, volumes e trabalho artesanal, ele encontrou a fórmula para deixar a mulher deslumbrante. Não é por acaso que se tornou um dos estilistas mais desejados quando o assunto é festa. Há três anos, passou a vender suas peças apenas sob encomenda no ateliê, em São Paulo. Ele recebe clientes que buscam modelos quase sempre para casamentos. Tudo é feito do jeito tradicional. Elas chegam, conversam cerca de uma hora com o estilista e encaram uma sessão para tirar as medidas. “O estilo de cada uma é levado em conta, mas todas sabem que sairão daqui com um vestido superfeminino, que valorize o corpo” afirma Samuel. Ele lembra que o trabalho à moda antiga está mais atual do que nunca. “Existe público que procura exclusividade e está aberto a propostas que fogem do convencional”, diz.

Depois de sair do croqui, o vestido ganha formas no busto de provas, com a técnica de moulage. Samuel chega a trabalhar dois meses em uma peça até que fique perfeita.

VERÃO 2008/2009


Em suas coleções, as cores escuras sempre tiveram força, mas, nesta temporada, o estilista apostou alto no bege. “A cartela está doce, pois a moda pede romantismo”, diz. Sua referência foi o pintor francês Jean-Marc Nattier, que retratava as mulheres do século 18 do jeito mais bonito possível. Corpetes justos, tecidos nobres e bordados delicados aparecem em vestidos longos e curtos, usáveis em grandes festas, inclusive por noivas, uma de suas especialidades.

TECIDOS E ACABAMENTOS


Os detalhes são fundamentais em suas criações, pois fazem com que as peças se tornem únicas. “Gosto de trabalhar aos poucos, como se estivesse pintando uma tela. Chego a demorar dez dias em um acabamento”, lembra Samuel. Seda, georgette, xantungue e veludo são os tecidos mais utilizados. Ele também sabe como ninguém misturar a delicadeza com a transgressão, como rendas e transparências aliadas a barras puídas e peças de metal.

Outras coleções nas passarelas


Silhueta marcada, pregas, bordados e peças superbem modeladas sempre estiveram presentes nas coleções de Samuel, que conquista cada vez mais anônimas e famosas. Atualmente, veste atrizes como Paola Oliveira, Deborah Bloch e finaliza o vestido de noiva de Juliana Paes.

 

Onde encontrar 
Rua João Moura, 287, São Paulo, SP – Tel. (11) 3891-1733

Anúncios
Published in: on dezembro 24, 2008 at 8:00 pm  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://vintagiselli.wordpress.com/2008/12/24/a-festa-de-samuel-cirnansck/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. Meuuuuuuuuu
    esse que ta no croqui é a minha caraaaaaa….e o curtinho sem aquelas penas emcima ta perfeito para festa…posso unir os 2 para meu casamento..entro de longo e tiro a saia pra ele ficar mini!! uhuhuhhuu
    ameiiiiiiiiii


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: